Suplementação de micronutrientes em lactentes

A maioria das vitaminas e dos oligoelementos não é sintetizada pelo organismo e necessita ser ingerida por meio da alimentação. Em algumas situações, é necessária a sua suplementação profilática para prevenir possíveis carências. Nesse sentido, atualmente se recomendam:

·vitamina K: ao nascimento, na dose de 1 mg por via intramuscular, para prevenir a doença hemorrágica do recém-nascido;

·vitamina D: em crianças em aleitamento materno e que não tenham exposição regular ao sol, até os 18 meses de idade, na dose de 200 UI/dia; g

·vitamina A: em regiões com alta prevalência de deficiência de vitamina A, a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Ministério da Saúde e a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) preconizam o seguinte esquema para suplementação medicamentosa dessa vitamina, na forma de megadoses por via oral, que devem ser administradas a cada 4 a 6 meses:

  • crianças de 6 a 12 meses: 100.000 UI;

  • crianças de 12 a 72 meses: 200.000 UI;

·ferro: A recomendação vigente da SBP orienta a suplementação profilática com dose de 1mg de ferro elementar/kg ao dia dos três aos 24 meses de idade, independentemente do regime de aleitamento. Na tabela abaixo segue as orientações de suplementação de ferro de acordo com o peso da recem nascido.




3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo